PT:Vocative

From NovaRoma
Jump to: navigation, search

 Home| Latíné | Deutsch | Esperanto | Español | Français | Italiano | Magyar | Português | Română | Русский | English

Quando chamanos alguém pelo seu nome em Latim, nós usamos a forma dos nomes no chamado "caso vocativo". Aqui estão as regras básicas para formar o vocativo:

  • Se um nome acabar em "-ius", então o vocativo acaba em "-i". "Tullius" fica "Tulli".
  • Se um nome acabar em "-us", então o vocativo acaba em "-e". "Marcus" fica "Marce".
  • Todos os outros nomes não mudam. "Cicero" continua "Cicero", "Livia" continua "Livia" e por ai em diante.

Uso na prática

Em geral, É uma boa ideia usar a combinação praenomen e nomen (as duas primeiras partes de um nome):

  • Para dizer olá ao Marcus Lucretius Agricola escreveríamos "Salve, Marce Lucreti!".
  • Para dizer olá ao Aulus Apollonius Cordus escreveríamos "Salve, Aule Apolloni!".
  • Para dizer olá ao Gaius Equitius Cato escreveríamos "Salve, Gai Equiti!".

Uma forma/estilo mais informal é para amigos o uso do cognomen (a última parte do nome):

  • "Salve, Agricola!"
  • "Salve, Corde!"
  • "Salve, Cato!"

Apenas se forem familiares ou amigos muito, muito chegados, na verdade com essas pessoas poderia escrever:

  • "Salve, Marce!""
  • "Salve, Aule!"
  • "Salve, Gai!"

Existe uma explicação completa sobre *qual* o nome que deve utilizar, em Como usar um nome romano.

Algoriticamente falando...

Esta função perl vais returnar o nome na forma do vocativo.

    sub makeVocative
    {
        my ($nomen) = @_;

        my @elements = split(/\s+/, $nomen);
   
        for (my $i=0; $i<=$#elements; $i++)
        { 
            $elements[$i] =~ s/ius$/i/;
            $elements[$i] =~ s/us$/e/;
            $elements[$i] =~ s/IUS$/I/;
            $elements[$i] =~ s/US$/E/;
        }
        return join(' ', @elements);
    }
   
Personal tools